PRIMEIRO ENCONTRO

dte

Crianças, não se animem com o título do texto. Em princípio gostaria de deixar bem claro que esse texto não tem nada a ver com dicas de como se comportar num primeiro encontro. Se quiser “10 dicas para se dar bem com a sua paquera no primeiro encontro”, vai ler a Capricho.

Primeiro encontro é oito ou oitenta, ou da muito certo ou é um desastre total. Apesar de ter conversado diversas vezes por redes sociais, a gente só conhece de verdade a pessoa, cara a cara. Na internet o papo flui numa boa, mas pessoalmente a coisa muda um pouco. Quem nunca pegou uma pessoa monosilábica na vida? Você se esforça pra puxar um assunto e a pessoa, nada.

– Você faz o que da vida?
– Estudo.
– Legal, onde?
– FAAP.
– Está curtindo?
– To.
(silêncio)
– Você já veio nesse bar?
– Não.
– É muito legal, tem umas cervejas artesanais muito boas.
– Ta.

PORRA!!!

Tem também a pessoa que não olha pra você enquanto você fala. Quem vê de longe pensa que você está dando uma lição de moral. Parece um terrorista islâmico falando com um soldado americano refém. Da a impressão de que ela nem está prestando atenção no que você diz.

– Saindo daqui eu vou te matar.
– Ta.

Eu prefiro aquelas pessoas que vão falando sem freio, como se tivessem apenas quinze minutos pra contar a vida, desde o nascimento até agora. É uma metralhadora de palavras. Você já encheu oito vezes o seu copo, enquanto a cerveja da pessoa ferveu faz tempo. A pessoa parece que ta narrando futebol pelo rádio. Da a impressão que a qualquer momento ela vai gritar “Gooooooool”.

E quando a pessoa pega o celular e fica variando entre uma conversa e uma mensagem de texto. A gente sempre tem a impressão de que a pessoa está falando mal de você pra algum(a) amigo(a).

“Eu preferia estar assistindo TV Senado”.

Ou

“Você acredita que ele veio de pochete?”.

No primeiro encontro a gente fica se policiando pra não cometer gafes, tipo:

– Nossa, bem legal esse bar hein?
– Eu gosto daqui, vinha sempre com minha/meu ex.

Ou

– Você é tão quieta(o), parece que está num velório.
– Hoje faz um mês que meu pai morreu.

E quando você está no primeiro encontro e aparece aquele desgraçado daquele moleque de terninho vendendo flores. Você tenta não olhar pra ele, mas ele tem experiência, ele sabe quando você está num primeiro encontro. Ele consegue sentir o medo aparente em seu semblante.

Ai fica aquela situação…

Na visão do homem…

“Se eu comprar ela pode achar que eu estou desesperado”.

Ou

“Se eu não comprar ela vai achar que não está merecendo”.

Na visão da mulher…

“Tomara que ele não compre. Se comprar eu vou ficar muito sem graça”.

Ou

“Se ele comprar eu transo hoje mesmo”.

Infelizmente não da pra saber o que se passa na cabeça das pessoas.

Quando você está namorando, dane-se. Você já tem a liberdade pra dizer o que pensa.

Menino: – O senhor quer comprar uma flor?
Homem: – Não. Ta louco? Pra essa baranga? Ta gorda, é capaz dela comer a flor.
Mulher: – Esse corno não compra nada, ta desempregado, vai comprar como?

Na vida a gente sempre encontra umas pessoas sem noção.

Em casa…

– Eu gosto muito de animais.
– legal, mas não precisava ter trazido seus sete gatos.

Ou

No bar…

– Não olha agora mas tem um casal na mesa da esquerda que não para de olhar pra cá.
– Ah, não liga, são meus pais.

Mas o pior mesmo é quando você não consegue nem marcar o primeiro encontro. As vezes a pessoa não está a fim mas não tem coragem de dizer.

– E ai, vamos marcar de sair?
– Vamos, sim.
– Quando?
– Ah, qualquer dia.
– Amanhã?
– Não dá.
– Vamos sábado?
– Sábado não posso.
– Domingo?
– Não dá, sou fã do Faustão.
– Vamos depois.
– Tem Fantástico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s