PANETONE

pane

Todos os anos discutimos uma lei contra o aborto, ou discutimos sobre a pena de morte, e deixamos de lado coisas mais importantes como a proibição do Panetone. Aí você me diz: “Mas panetone só tem no Natal”. Mentira, o panetone dura pra sempre. Eles fabricam em Outubro, mas acaba sobrando e eles vão vendendo aquilo até agosto, porque sobrou do estoque de Natal. E sabe por que sobra? Porque é uma merda.

Aí durante quatro meses o cardápio da sua casa vai ser:

Café da manhã: Leite com panetone.
Almoço: Arroz, feijão e panetone.
Lanche da tarde: Panetone.
Jantar: Sanduíche de panetone.

Seu corpo vai tomando forma de panetone.

Três coisas que eu odeio no Natal

1- Panetone.
2- Parentes.
3- Parentes que perguntam porque eu tiro as frutinhas do panetone.

Tem uns amigos secretos que, pra não ter que comprar presente caro, te dão duas coisas, um presente bosta e um panetone (que não deixa de ser uma). Eu prefiro ganhar um Dolly dois litros e um saco de uva passa ao invés de um panetone com frutas cristalizadas.

O pior é quando o panetone vem embrulhado pra presente, porque ai bate aquela duvida se é panetone ou chocotone. Você vai abrindo o pacote enquanto sua mente vai te passando um certo otimismo.

“é chocotone trufado”
“é chocotone trufado”
“é chocotone trufado”
“é chocotone trufado”

“Ahhh, porra!! Panetone”.

Quem odeia panetone tem a simples opção de não comprar. Mas o problema é que a gente acaba ganhando muito Panetone e como não vai comer, se vê na obrigação de repassar, iniciando a tradicional “saga do panetone”.

A saga do panetone funciona mais ou menos assim…

Seu chefe ganha o Panetone de alguém. Aí ele pensa “Pô, que bosta, não é chocotone”. Ele faz uma “promoção” de fim de ano, onde o funcionário do mês ganha um brinde de Natal, que é… o panetone, e presenteia um funcionário.

O funcionário recebe o panetone, da um sorriso irônico enquanto fica pensando pra quem vai repassar essa merda. Ele chega em casa, embrulha novamente e repassa para um cara que ele considera o melhor amigo.

O melhor amigo repassa para a mãe, a mãe repassa para um tio e assim vai…

Parece que o panetone vai sendo repassado de mão em mão até chegar no porteiro de algum prédio. Isso se eles também não saírem repassando por ai.

Quando ganho um panetone eu costumo olhar a data de fabricação porque sempre me da a impressão de que aquela merda ta sendo repassada desde 2007.

Se você conhece uma pessoa que ama panetone, livre-se dela imediatamente. Essa pessoa tem fortes ligações com o demônio.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s