O ESPECIAL DO REI

RC

Todo fim de ano na Globo é a mesma coisa, vinhetas de natal, retrospectivas e o tradicional especial do Roberto Carlos. Se você pegar um show do Roberto Carlos de 1995 e assistir agora, com exceção a qualidade de imagem, o bronzeado Jet bronze e o cabelo de tia véia, não vai ver diferença. A única novidade foi a musica “Esse cara sou eu”, que pela letra deveria se chamar “Esse cara não existe” ou “Esse cara é viado”.

Como todos os anos, tiveram participações especiais como o tradicional Erasmo Carlos, Lulu Santos, Família Lima, Anitta (não sei por que) e o Tiago Abravanel, que segundo fontes confiáveis acabou comendo (no sentido de matar a fome) um convidado que acabou não participando.

Pra quem não sabe, o Roberto Carlos tem varios tipos de TOC, por exemplo, não usar nada de cor marrom, sair pela mesma porta que entrou, usar o terno azul ou branco e o mais estranho, se ele tiver num carro ou ônibus em hipótese alguma o motorista pode dar ré ou virar a direita (ou esquerda, agora eu não me lembro). O motorista do Roberto Carlos tem que ganhar muito bem, por que haja paciencia. Por esse TOC eu imagino ele comprando um carro.

– Eu gostaria de um carro adaptado.
– Você quer um carro automático?
– Não, quero um carro sem a seta pra direita e sem a marcha ré.

Eu não o conheço o Roberto Carlos mas ele parece ser um cara bem fresco pra certas coisas, muito provavelmente do tipo que vai pra praia de terno, almoça de luva, toma banho de sapato e transa de meia.

Não é novidade pra ninguém o fato do Roberto Carlos ter uma perna postiça. Imagina um dia ele ta cantando de boa e começam a cair umas farpas de madeira pela barra da calça, ai ele faz um determinado movimento e quebra a perna, vai correndo para o hospital, chega no médico e pergunta:

– É osteoporose doutor?
– Não, é cupim.
– E agora?
– Toma esse Gimo-Cupim de 3 em 3 horas durante 7 dias.

Seria muito Rock n´Roll se o Roberto Carlos tirasse a perna no meio de uma musica e fingisse solar, como se fosse uma guitarra, ajoelhado no chão e fazendo caretas. Mais Rock n´Roll ainda seria se no final do show, ao invés de jogar flores pra platéia ele jogasse a própria perna.

Apesar das piadas eu curto o Roberto Carlos, na verdade não é que eu curta, a verdade é que eu respeito, mas tem gente que odeia, isso por que o show dele só é transmitido no fim do ano. Agora você imagina quando o Roberto Carlos morrer o inferno vai ser. Vão transmitir o show dele 3 vezes por dia durante um ano, fora as reprises no aniversário de morte. O lado bom da morte do Rei é que além dos órgãos internos, ele ainda poderia doar a perna, que no futuro viraria um lindo criado mudo Bartira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s