A REVOLUÇÃO DO VINAGRE

manifes
Caos no Brasil todo, as manifestações contra a roubalheira política tomaram conta de todas as capitais do Brasil, onde a gota d’água foi o aumento das passagens de ônibus. Aumentar a passagem de ônibus é demais, ao invés disso, o governo poderia aumentar em 20 reais, o valor do maço de cigarro por exemplo. Enfim, achei realmente fóda, nunca tinha visto uma mobilização tão grande, milhares de pessoas nas ruas gritando em coro, mostrando faixas e tentando chamar a atenção das autoridades, enquanto a Dilma torce para a seleção brasileira vencer a copa das confederações pra mudar o foco e ao mesmo tempo, por via das dúvidas, manda seu currículo pra Catho on Line. Mas deu orgulho da galera toda unida, a ultima vez que fiquei tão orgulhoso na Avenida Paulista foi quando convenci uma prostituta a me dar um desconto.

Datena e Marcelo Rezende comandavam a festa para a galera de casa, Datena com seus tradicional, “Me da IBAGENS”, “Me da IBAGENS”, e fazendo suas pesquisas que não dão certo. Marcelo Rezende na adrenalina com o “Corta pra São Paul/Corta pro Rio de Jane/Corta pra BH/Volta Pra São Pau/Corta pra Brasília de novo/Meu deus, cadê o Percival?” Fico imaginando o cara que troca as imagens da Record desesperado, tomando litros de energético enquanto trabalha. Hoje foi sensacional, ele soltou um: “Olha o tamanho do cachorro que a PM colocou ali, olha o tamanho!!…Ah não, é um cavalo”. GÊNIO. Na mesma Record, na madrugada, pude acompanhar os crentes botando a culpa das manifestações violentas no pobre do demônio.

Pelas ruas e pelas redes sociais podíamos observar a galera do instagram, que parecia estar cagando para a manifestação, o negócio era tirar foto pra ganhar curtidas. Tinha uma galera no facebook que achava que enganava alguém, copiava fotos de outras pessoas e postava como se tivesse lá. No facebook vejo as ideias que as pessoas tem, por exemplo, “Não vamos votar na próxima eleição”. Na boa, combinar de não ir votar, é igual na escola, quando os alunos combinavam de faltar na prova em repúdio a professora, daí chegava no dia, todo mundo ia, e só você acabava faltando e tomando no cu. Outro tipo de protesto, é o “Dia sem Globo”. Na boa, não funciona, será que deve gente que deixou de assistir o futebolzinho ou o programa preferido? Teve, mas foi minoria, e aposto que teve muita gente que pensou “Vou participar do dia sem Globo, mas só depois da novela”.

A polícia tava lá, alguns atuando corretamente, outros fazendo cagada, como o policial que quebrou o vidro da própria viatura pra tentar botar a culpa no manifesto e jogar bomba pra dentro. Teve o policial que prendeu o cara por porte de vinagre, sim, vinagre, praticamente uma arma branca, não se pode mais tentar temperar salada em manifestação, “Vai fazer salada, filho da puta?”, “Tem que comer carne, porra”, e da-lhe pimenta no olho. A galera do PT resolveu aparecer pra tentar aquela união, alias fiquei sabendo que estavam batendo em todo mundo que aparecesse de vermelho e que mulheres menstruadas de calça branca, evitassem a região da Avenida Paulista.

Confusões rolaram na maioria das capitais, em São Paulo rolou trânsito e as principais avenidas ficaram paradas, o que na verdade não mudou nada. Em Manaus e em Rondônia a polícia usou espelhos para assustar os manifestantes. Em Porto Alegre e campinas a polícia usou artilharia pesada, colocou um monte de mulher gostosa pra assustar os mais exaltados.  No Acre o negócio foi feio, a população enfurecida queimou 4 caiaques na ultima quinta feira. Em Brasília os manifestantes invadiram o palácio do planalto, onde tivemos um recorde, nunca seu viu tanta gente honesta no congresso em plena segunda feira.

Obviamente que sempre quando ha muita gente, aparecem os babacas pra estragar o negócio. Aqui em São Paulo teve o playboy que depredou a prefeitura e foi preso no dia seguinte. Preso? claro que não, aqui é Brasil, porra, foi pra delegacia, pediu desculpas e saiu no mesmo dia. O mais engraçado é que ele “convocou” os amigos que ajudaram na baderna à se entregar, como se ele tivesse feito isso. É claro que deve ter pedido pra galera se entregar pra ele não ter que pagar tudo sozinho. Pagar? quem vê pensa que ele vai pagar alguma coisa, o babaca é estudante, não trabalha, e é claro que o papai vai ter que arcar com o prejuízo.

Rolaram também, saques em varias lojas do Brasil, só que na boa, tem gente que não sabe roubar, o desgraçado sai com uma TV de 50 polegadas nas costas, no centro da cidade, à meia noite e acha que a polícia vai ver e nem vai desconfiar. Teve um outro cara que foi preso por ter roubado uma pochete, mas no caso desse cara, não foi indiciado por roubo, e sim, por mau gosto, pochete é fóda né amigo?.

Pra finalizar, tivemos o discurso da Dilma, 10 minutos falando merda, na real não vi a diferença entre entrou ouvir a Dilma falar e fazer cocô. O pior de tudo é que a “presidenta” falou um monte de groselha e não explicou o fato do Latino ter lançado musica nova. Ja pensou que irado ia ser se a Dilma finalizasse o discurso com: “E por fim, quero dizer a todos que a passagem vai subir para R$ 4,00”. Daí entra o Sergio Mallandro gritando “Pegadinha” e o Didi disparando um extintor.

Anúncios

Um comentário sobre “A REVOLUÇÃO DO VINAGRE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s