VOCÊ REALMENTE FAZ O QUE GOSTA?

 

Quando somos criança temos 2 sonhos, meninas querem ser médicas, meninos querem ser jogador de futebol ou musico, no caso dessas duas opções você realmente faz o que gosta e ainda ganha muito bem pra isso, mas com o passar do tempo você percebe que é uma pessoa desprovida de coordenação motora e acaba fazendo (a contra gosto) aquilo que seus pais acham que seja melhor pra você como por exemplo no caso de uma filha, só perder a virgindade com 30 anos (ou se possivel, nunca).

A rotina da grande maioria das pessoas é acordar cedo, pegar trânsito, aguentar um chefe chato que nunca esta satisfeito, sair tarde, pegar mais um pouco de trânsito e chegar cansado em casa. Alias o fato de aguentar o chefe é o de menos desde que ele seja mais velho, por que quando o seu chefe é uns 10 anos mais novo que você a sensação é muito pior. Em muitos trabalhos a empresa demora muito pra promover alguém a não ser que você seja o filho do dono da empresa ou aquela secretária gostosa que inacreditavelmente recebe um aumento de 3 em 3 meses mesmo não sabendo ligar um fax. Por falar em pessoas que não sabem fazer nada, esses dias eu estava assistindo umas entrevistas de emprego com o Roberto Justus e um candidato (japonês) estava sem o currículo pois não tinha uma impressora, gente, se tem uma coisa que não existe é um japonês que não tenha uma impressora, é como ver uma mulher sem uma bolsa ou um corintiano sem uma arma.

A maior prova de que você rende mais fazendo o que gosta é que a maioria das ideias “geniais” acontecem no happy hour dos funcionários (bêbados) depois do trabalho e não entocado em uma sala fechada em frente ao computador. Uma dica, colocar uma chopeira em cada mesa do escritório.

Segundo o vídeo, o momento mais esperado de quem trabalha são as férias, você se programa pra fazer aquela super viagem com seus amigos pra descansar, sair da rotina e esfriar a cabeça, mas você deve escolher bem com quem você vai viajar, sempre tem um colega mala do trabalho que vai passar a viagem inteira falando sobre coisas chatas como por exemplo, o próprio trabalho.

Antigamente, nos tempos dos meus pais ou avós as pessoas começavam e terminavam no mesmo emprego, passam a vida inteira fazendo a mesma coisa, as vezes o que gostam e as vezes não. Hoje em dia isso é difícil de acontecer pois as pessoas ficam de saco cheio muito rapidamente e muitas vezes por causa da internet onde as pessoas são demitidas por deixarem de ser produtivas pra assistir pornografia no youtube ou xeretar a vida alheia nas redes sociais, ontem mesmo vi uma reportagem onde o aplicativo “Instagram” demitiu quatro funcionarias (enfermeiras) que postaram uma foto no facebook durante o expediente com a frase: “Quem vê, pensa que a gente trabalha”, ela poderia estar em horário de almoço? Sim, e elas são burras em ter postado? Sim, também. Outro caso que gera muita demissão são as tradicionais festas de empresa, são nessas festas que o chefe conhece melhor o seu funcionário, alias se eu fosse o dono de alguma empresa antes de contratar alguém faria uma festa com todos os candidatos, subiu na mesa e deu vexame?, ta fora. Vomitou? ta fora.

E o que você esta fazendo agora? Deixando de lado o trabalho para ler um blog? Que bom que isso é algo que você realmente ama.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s