DIA DA MENTIRA

primeiro_de_abril

EM HOMENAGEM AO PRIMEIRO DE ABRIL, UM DIALOGO SOBRE QUANDO DOIS MENTIROSOS PROFISSIONAIS SE ENCONTRAM

– Alô!
– Alô, Martha? É o Rui, da faculdade.
– Oi Rui, quanto tempo. Sabe que esses dias lembrei de você.
– Te liguei porque sonhei com você essa noite.
– Que legal, depois me conta.
– Vamos sair hoje?
– Vamos. Você me pega em casa? Meu carro ta na oficina.
– Claro.

Quatro horas depois…

– Ta pronta? To saindo de casa.
– To, só falta colocar os brincos. (entrando no banho)

Uma hora depois…

– Olá!
– Oi. Nossa, esse vestido ficou bem em você.
– Obrigada. E você ta ótimo, emagreceu bastante da ultima vez que te vi.
– Obrigado. Você também está ótima. Cada vez mais jovem.
– Obrigada.
– Trouxe um presentinho.
– Nossa, era exatamente o que eu estava precisando.
– Em qual restaurante você quer ir?
– Você que sabe. Por mim tanto faz.
– Legal, vamos num japonês?
– Ótimo! (preferia o mexicano)

Meia hora depois…

– E aí, me fala mais de você.
– Me divorciei ha três meses.
– Caramba.
– Você não sabia?
– Juro que não estava sabendo.
– Mas eu postei no facebook.
– Eu não entro muito.
– Eu também não. Não tenho tempo pra essas coisas.
– Mas você está legal?
– Estou ótima. Meu ex marido já esta com outra e eu estou super feliz por ele.
– Que ótimo.
– Pra mim, a amizade é o que importa.
– Também acho.
– E você, como é que tá no trabalho?
– Eu saí do meu emprego, quero focar mais em mim. (demitido)
– Você não gostava do seu trabalho?
– Gostava. Ganhava bem, mas dinheiro não é tudo na vida.
– E você, tem filhos?
– Tenho um bebê de oito meses. Olha a foto dele.
– Nossa, que bebê lindo. (é o demônio)
– Rui, você se casou também né?
– Casei, mas também me divorciei.
– O que houve?
– Ela achava que eu traia, mas eu nunca faria uma coisa dessas.
– Vai comer o que?
– Uma coisa bem leve. Estou de dieta.
– Eu começo a minha segunda feira.
– Você bebe?
– Só socialmente.
– Eu também. Não sou muito de beber.
– Mudando de assunto. Você viu que moça bonita na mesa do lado?
– Eu nem tinha reparado.

Uma hora e meia depois…

– Vamos pedir a conta?
– Vamos.
– Poxa, meu cartão não passou. Paga a minha parte que amanhã eu te pago.
– Ta bom.
– Vamos pra minha casa?
– Fazer o que?
– Só ver um filme.
– Ta, só um filme porque somos amigos.

Uma hora depois…

– Foi bom pra você?
– Foi ótimo. Tive quatro orgasmos. (quase um)
– Martha, você foi a melhor transa da minha vida.
– Não sei o que aconteceu, é a primeira vez que transo no primeiro encontro.
– Fica tranquila, não vou contar pra ninguém.
– Ta.

Uma horas depois…

– Vou te deixar em casa. Desculpe sair assim mas amanhã eu acordo cedo.
– Tudo bem.
– Adorei a nossa noite.
– Também adorei.
– Vamos marcar um dia desses.
– Vamos, pode deixar que eu te ligo.

Cinco minutos depois…

– Alô, Carlão?
– Fala Rui.
– Sabe a Martha da faculdade?
– Sei, o que é que tem?
– Comi.
– Sério?
– Serio! Ela e uma amiga dela.

PASTOR VALDEMIRO

valdemiro

Antes de mais nada gostaria de dizer que sou muito fã do pastor Valdemiro. É sério. Ele é muito bom. A cara de pau dele me espanta. A missa dele é tipo um programa do João Kleber. A maioria sabe que o que acontece ali é mentira mas mesmo assim assiste e acompanha pra ver o que acontece.

O pastor Valdemiro é conhecido pela sua famosa “toalhinha abençoada”. Pra quem não sabe, funciona assim:

Chega uma mulher cega. O pastor passa a toalhinha nos olhos da moça e pronto. Está curada. A mulher sai da igreja enxergando até mesmo, através das paredes.

Chega um paraplégico na igreja. O pastor passa a toalhinha e o cara sai de lá com uma inscrição na mão, direto pra correr uma maratona.

Essa semana o pastor Valdemiro Santiago levou duas facadas no pescoço durante um culto religioso. Eu só não entendi uma coisa. Por que ele foi direto para um hospital particular? Não era mais fácil passar a toalhinha? Já tava ali mesmo.

Valdemiro Santiago          /         Valdemiro Chateado

valdemiro2

O pastor Valdemiro Santiago (para os mais íntimos, Valdemiro Esfaqueado) disse que se assustou na hora do ataque. Eu até entendo. Ele está acostumado a dar as facadas nos bolsos dos fiéis e não recebe-las.

E vocês acham que acaba por aqui? Obvio que não. No dia seguinte sai a notícia : “Camisa com sangue de Pastor Valdemiro é usada para “curar” fiéis”. A noticia até poderia ser do sensacionalista (site q publica noticias falsas e bizarras) mas não é. Eles não teriam tanta imaginação pra criar uma noticia tão absurda.

Agora ele esta pedindo aos fiéis a bagatela de 8 milhões de reais para bancar um mês do seu programa de TV. E o pior é que ele, com certeza, irá arrecadar muito mais do que isso. Se ele conseguir já viu, né? Cada semana ele vai inventar uma diferente:

Semana 1: Tomar porrada com soco inglês.
Semana 2: Machadada nas costas.
Semana 3: Atropelamento.
Semana 4: Tiro na cara.

E por aí vai…

CEIA DE NATAL

receita-ceia-natal-istock-g

Deixa eu perguntar uma coisa. Já acabou a comida da ceia de Natal de vocês?Porque eu, por exemplo, estou terminando agora a de 2008. A ceia de Natal é um negócio interminável. As tias vão chegando com 8 kg de comida cada uma. Parece o exercito da salvação chegando com as coisas. Aí depois da ceia as tias vão juntando as sobras e criando pratos novos, tipo, peru com arroz, arroz com farofa, farofa com tender, chester com maionese, tender com pão, etc. As combinações são tão infinitas e até agosto vai ter gente ceando.

– Mãe to pensando em fazer meu aniversário aqui em casa.
– Legal, já aproveita esse restinho de arroz com tender.
– Mãe, mas nós estamos em Maio.

Um dia antes do Natal tive a brilhante ideia de ir ao supermercado comprar umas coisas pra ceia. O problema é que eu e cerca de 7.000 pessoas tivemos a mesma ideia. Na fila do caixa tinha uma mulher com muitos pacotes de uva passa no carrinho. Meu único pensamento foi: “Meu Deus do céu, senhor, tenha piedade dessa família”.

Três coisas que só aparecem no Natal, Papai Noel, Roberto Carlos e uva passa. Faltando um mês para o Natal os fabricantes anunciam: “Pessoal, o Natal ta chegando, estraguem as uvas comuns, coloquem nos saquinhos e vamos vender”. Que mania que as famílias tem de colocar uva passa nas coisas. A uva passa é tão ruim que quando a gente quer o arroz sem uva passa, a gente pergunta se tem arroz “normal”, como se a uva passa fosse uma coisa anormal. E é.

Tem umas comidas merdas, tipo, rabanada, que a gente odeia mas sempre acaba comendo um pedaço porque as tias sabem como pegar no seu ponto fraco, dizendo: “mas eu fiz com tanto carinho”.

Além da uva passa tem também o pavê. Mas o pavê é bom, o que estraga é a piadinha. Da a impressão que as famílias só não tiram o pavê da ceia pra não decepcionar aquele seu tio mala. Imagina:

– Mãe, por que o tio Olavo está chorando?
– Ah,filho. Esperou o ano todo pra fazer a piada do pavê e sua tia fez mousse de chocolate.

O tio também é o responsável por fazer todas as piadinha envolvendo o “peru”.

Outra tradição da ceia de Natal é a sua tia perguntar: “E os namoradinho?”. No dia em que você chegar na ceia com um(a) namorado(a) vai ser uma decepção muito grande. As vezes da vontade de dar o troco, tipo:

– E as namorada?
– E as hemorróida, tia. Ta cuidando?

Outra coisa que sempre acontece nas ceias são as comparações, por exemplo:

– Ta trabalhando, Bruno?
– Não, tia.
– Humm, seu primo Carlinhos ta ganhando super bem.

Essas também da vontade de retrucar:

– Já se formou, Pedro?
– Ainda não, tia.
– Humm, seu primo Rogério já está fazendo doutorado.
– Que bom, tia. E as drogas, ele já conseguiu parar?

E sai andando.

Em toda família tem aquela discussão de pode ou não pode comer antes da meia noite. Eu não estou nem ai. Se a comida já está pronta as sete da manhã eu já começo a comer. Sabe quando só tem uma mesa de jantar e os familiares vão se revezando na hora de comer? Então, eu geralmente sou o cara que não sai da mesa. Ceia de Natal pra mim é tipo rodizio, se eu sei que vai ter eu procuro ficar o máximo de tempo sem me alimentar pra poder comer até minha família ficar constrangida.

Sempre tem alguém que: “E ai, vai pra alguma festinha depois da ceia?”. Antigamente eu fazia isso. Hoje em dia eu só quero sentar no sofá, abrir os botões da camisa, o zíper da calça e esperar que Deus tome uma providência.

Aquela manifestação que a gente costuma fazer depois da ceia de Natal, o “FORA TENDER”.

Todo dia seguinte, pós ceia, sempre aparece alguém que é gordo(a) ha mais de 20 anos pra dizer “Nossa, eu devo ter engordado uns 5 kg nesse Natal”. A pessoa deve pensar: “ah, daqui a 364 dias tem Natal de novo, por que é que eu vou emagrecer agora?”.

A ceia de Natal é um evento que a gente se arruma todo pra ficar em casa.

Toda ceia de Natal tem criança. Só que uma criança é legal, duas até que vai, agora três ou mais crianças já vira um inferno. As crianças tem uma enorme dificuldade em se deslocar de um ponto ao outro sem correr e gritar. A criança possuída por Lúcifer não para. Corre, grita, quebra as coisas, desliga o balão de oxigênio da vó.

Falando na vó, ela é tipo a entidade máxima da ceia de Natal. Fica todo mundo preocupado com a vó. Um leva a vó no banheiro, outro corta a carninha da vó pra ela não engasgar, outro explica o assunto que está rolando, porque ela não entende nada mas se todo mundo rir, ela ri também.

A vó é sempre muito preocupada com as pessoas, principalmente com os netos.

– Já comeu, Arthur?
– Já, vó.
– Come mais um pouco.
– To cheio, vó.
– Comeu a torta de carne?
– Comi sim.
– Come o pavê então.
– Obrigado vó. To satisfeito.
– Pega um pedacinho de peru.
– Não vó, é serio, to muito cheio.
– Ta, espera ai que eu vou pegar um pratinho pra você.

AMIGO SECRETO

amigo_2_1

O mês de dezembro se resume em fazer planos para o próximo ano e fugir de amigo secreto. É amigo secreto da família, amigo secreto da firma, amigo secreto dos amigos e amigo secreto de gente que te convida mas nem amigo é. Talvez seja por isso que se chama “amigo secreto”. É tão secreto que a gente nem sabia que a pessoa era amiga.

Não tem jeito, nunca todos saem satisfeitos de um amigo secreto. Sempre tem alguém que da um presente de R$ 100,00 e recebe um de R$ 12,90. Se você esta pensando agora: “Mentira, eu sempre ganhei bons presentes”. Provavelmente esse tal presente merda foi você quem deu.

O amigo secreto acaba com aquela paz do Natal. Ta todo mundo se amando até começar o amigo secreto. Quando a brincadeira acaba começam os:

– Olha a tia Vera, me deu um par de meia e agora ta comendo igual uma porca.
– E o bêbado do tio Jorge. Me deu uma garrafa de cidra e já tomou metade.

O amigo secreto desperta o ator que existe dentro da gente. É impressionante como conseguimos demonstrar felicidade, mesmo depois de ganhar um DVD do Calypso.

A fina arte de sortear o amigo secreto, ver que tirou uma pessoa que você odeia, dizer “Poxa, que coincidência, tirei eu mesmo” e jogar rápido o papelzinho de volta no saquinho antes que alguém queira ler.

E quando a gente tira uma pessoa que não gosta e na hora de descreve-la tenta ser simpática mas acaba não aguentando tanta falsidade.

“Minha amiga secreta é jovem, bonita, entrou na empresa faz cinco anos e só esta aqui ainda porque transa com o chefe”.

(climão)

Aliás, a pior parte do amigo secreto é ter que descrever a pessoa. Eu sempre fui muito ruim nisso. Meu discurso nunca passava de dez segundos.

– O meu amigo secreto é um homem.
– Ahh, muito vago.
– Ninguém adivinhou? Foda-se é o Carlos.

Amigo secreto tem aquela coisa da sorte. A gente reza três “pai nosso” antes de sortear.

No amigo secreto da família a gente pode dar a sorte de tirar alguém bem próximo ou pode dar o azar de tirar aquela amiga da amiga da tia que foi convidada porque não tinha onde passar a ceia de Natal.

No amigo secreto da empresa você pode dar a sorte de tirar o estagiário e comprar qualquer coisa, ou dar o azar de tirar o chefe e gastar todo o décimo terceiro pra puxar o saco do cara.

Aí tem aquele esquema de trocar os amigos secretos:

– Tirei a Cida, alguém quer trocar? Odeio ela.
– Eu troco. Tirei o Rui, aquele mala.
– Alguém tirou a Flávia? Quero comprar um presente legal pra tentar comer depois.

Ai no final todo mundo sabe quem tirou quem.

Pra que chamar a vó pra participar do amigo secreto? Ela nem sabe o que esta acontecendo ali. Sem contar que a participação da vó no amigo secreto é zero, porque geralmente ela depende de outra pessoa pra isso. Alguém tem que tirar o papelzinho pra ela porque ela não consegue ler, outra tem que comprar o presente porque ela não sai de casa,  e outra tem que entregar porque ela não consegue levantar do sofá.

A vó sempre começa o discurso dizendo “meu amigo secreto é uma pessoa jovem”. Claro vó, qualquer pessoa é jovem pra senhora. E quando na hora de fazer o discurso da um branco na vó e ela pergunta pra tia do lado “quem eu tirei mesmo?”.

PROVA OBJETIVA

concurso

Não da uma aliviada na alma saber que a prova é objetiva? Sim, aquela que a gente poe “X” e saí chutando como se não houvesse amanhã. A gente tem preguiça de escrever. Na prova dissertativa não tem como “chutar” a resposta. Na prova dissertativa a gente tem que aumentar o tamanho das letras pra parecer que escreveu bastante, mesmo que não escreva nada com nada.

A maioria das pessoas prefere a prova objetiva, só que a prova objetiva não é um mar de rosas e as vezes pode se tornar um inferno. Em toda prova objetiva a gente pensa a mesma coisa:

“Essa questão com certeza é A. Não espera aí, já coloquei muita letra A. Não deve ser”.

Ou

“Essa aqui é C. Não, não deve ser. Eles não colocariam duas respostas C, seguidas”.

Ou

“Não coloquei nenhuma B até agora. Só pode ser B”.

Na prova objetiva você lê a questão, ai logo na letra A, pensa: “Ah, certeza que é essa”. Ai pra garantir, lê a resposta B e pensa, “Put´z, pode ser essa aqui também”. Lê a resposta C e entra em desespero porque também é uma boa opção. E começa a chorar ao perceber que a resposta D não é a famosa “Todas as alternativas anteriores”.

Ou o contrário. Você todas as questões e nenhuma das respostas parece ser a correta

Se eu fosse professor ia colocar tudo A, como resposta, só pra deixar o aluno confuso e obviamente, facilitar a minha vida na hora de corrigir. Ou melhor ainda, colocaria todas as corretas na letra E, só para o aluno ter o trabalho de ler todas as respostas.

Toda prova objetiva os alunos combinam códigos pra colar na prova.

“Se eu der uma batidinha com a caneta é A, duas é B, três é C e por ai vai”.

Só que poucas vezes isso da certo. As vezes a primeira batidinha é meio fraca e você não ouve. O colega bate muito rápido e você não sabe se foram três ou quatro batidinhas.

O problema é quando todos os alunos combinam essa mesma tática. A sala de aula vira uma sinfonia de batidinhas de caneta e da uma baita confusão em todo mundo porque você não sabe se foi o seu colega que bateu ou se foi a pessoa atrás dele.

“Caramba, oito batidas? Mas só tem quatro respostas”.

Se eu fosse professor e percebesse o esquema, não tiraria a prova do aluno. Ficaria com uma caneta dando batidinhas na mesa pra me divertir e atrapalhar o esquema.

O melhor é quando da certo e no final você percebe que as provas eram diferentes.

 

SETE VEZES FABIO JUNIOR

fabio-jr-11

Aí você acorda, em plena segunda feira e fica sabendo que o Fabio Junior vai se casar pela 7ª vez. Sim, SÉTIMA VEZ. Se tem uma coisa que o Fabio Junior não conhece, essa coisa se chama limites. Claro que ele não chega nem aos pés da cantora / atriz de filmes polêmicos Gretchen, que já subiu 17 vezes ao altar. Acho que se um dia os dois se casarem o universo entra em colapso.

Tereza, Glória, Cristina, Guilhermina, Patrícia, Mari Alexandre e agora, Maria, que é uma ex-presidente de seu fã clube. Confesso que não fiquei surpreso com o fato dele se casar de novo e sim pelo fato dele ainda ter um fã clube.

A gente sempre ouve as pessoas dizerem: “O Fabio Junior está inteirão. Nem parece que tem 63 anos”. Gente, ele nem deve frequentar uma academia. Pelo tanto de vezes que ele sobe e desce do altar, o condicionamento físico deve estar ótimo.

Geralmente quando a gente vê o nome de um famoso acima dos 60 anos nas manchetes, a primeira coisa que a gente pensa é: “Xiii, morreu”. Com o Fabio Junior não. Com o Fabio Junior a gente já sabe que é casamento. Não tem outra opção.

A gente nem lembra mais que o Fabio Junior é cantor. Agora ele é, tipo:

– Você sabe quem é Fabio Junior?
– Sei sim, aquele dos casamentos.

Imagina o tanto que trabalha o cupido do Fabio Junior.

O Fabio Junior se casou na segunda feira pra poder dar tempo de casar de novo no sábado. O Facebook dele deve travar toda hora de tanto que ele atualiza o status de relacionamento. Deve aparecer aquele aviso de “Você não pode fazer isso com tanta frequência”, ou aquele vírus que aparece de vez em quando, “Fabio Junior casou com você e outras 44 pessoas”.

Pra quem gosta de números, o cara tem 63 anos e seu primeiro casamento foi aos 23. Ou seja, a partir daí, é um casamento a cada 5,7 anos. Mais um pouco o Fabio Junior vira a Copa do Mundo dos matrimônios. O Fabio Junior já achou mais de meia duzia de metades da laranja. Aliás, enquanto você procura a metade da sua laranja, o Fabio Junior já abriu um Hortifrúti.

Eu tenho a impressão de que os amigos do Fabio Junior já nem ligam mais pra isso.

– Alô!
– Fala, Guilherme.
– E aí Fabio, tudo bem?
– Tudo. To te ligando pra saber se você vai no meu casamento.
– Put´z, nesse não vai dar. No próximo eu vou.
– Legal.

Uma apresentadora de TV comentou: “Nossa, ele deve estar super nervoso”. Amiga, você ainda acha que ele fica nervoso com isso? O Fabio Junior se casar é como a gente ir na padaria.

Todo ano a gente vê no Brasil:

* Corrupção
* Carnaval
* Casamento do Fabio Junior

Imagina o Fabio Junior ligando pra marcar a data na igreja:

– Oi, queria marcar uma data.
– Pode falar.
– 21 de Novembro.
– Legal, senhor Fabio. Esta agendado. Já quer deixar marcado o próximo?
– Pode ser.

Certeza que os melhores amigos do Fabio Junior trabalham no cartório. Ele ta toda hora lá. Já devem chamar ele de Fá, Fabinho, Fabião, ou qualquer outro apelido. Ele vai tanto no cartório que no fim do ano participa do amigo secreto dos funcionários.

E o padre?

– Alô!
– Bom dia, padre. É o Fabio.
– Porra, Fabio. De novo?

SUPER LUA

superlua

Não sei se vocês já perceberam mas essa foi a 78ª Super Lua “inédita”, só em 2016. A Super Lua parece aqueles filmes do SBT que eles insistem em dizer que é inédito na televisão brasileira, tipo, vem aí, “Esqueceram de mim”, “Lagoa azul”, “Ghost”.

Aí sempre aparecem os que dizem:

“Mas essa é a Super Mega Lua”.

“Essa é a Ultra Lua”.

“Essa é a Hiper Blaster Power Lua”.

Eles vão mudando o nome pra parecer inédita. Toda semana tem Super Lua e meio que já banalizou o evento. É como se tivesse Copa do Mundo todo ano.

– Vai ver a Super Lua?
– Não.
– Por que?
– Não to muito afim hoje. Vejo depois de amanhã.

A Super Lua parece aquelas celebridades que aparecem bastante mas ninguém liga. Daqui a pouco ta na próxima edição da “A Fazenda” ou aparece atacando de DJ em festas.

Aí tem as notícias “A Super Lua de hoje só acontecerá de novo daqui a 256 anos”. Ou seja, no mês que vem.

Sempre tem alguém que pega a foto da Super Lua no Google e posta como se ela tivesse tirado. Minha vizinha postou uma foto linda da lua, que só ela conseguiu tirar porque o tempo tava uma porcaria.

Toda vez surgem as pessoas que querem aparecer nas redes sociais. A pessoa usa a Super Lua pra mostrar que está viajando pra fora do Brasil.

“Nossa, a Super Lua está linda aqui em Miami”.

Alguém avisa a pessoa que a lua é a mesma em Miami, Itapetininga, Dubai e Diadema. Até na cracolândia teve Super Lua. Aliás, segundo depoimentos, quem tava na cracolândia jura de pé junto que a Super Lua conversou, sorriu, cantou e etc.

Ta bom vai, esquece. Não é igual em qualquer lugar. Em São Paulo por exemplo ela não apareceu porque a cidade não tem estrutura pra receber um evento desse porte.

Quem ficou em São Paulo só conseguiu observar o incrível fenômeno da Super Nuvem. Que assim como a Super Lua, toda semana tem.